Resenha: Livro 'Como eu era antes de você'

Olá, garotas conectadas! Tudo bem com vocês?  Eu espero que esteja tudo excelente. E se não estiver, eu tenho uma dica de leitura que...


Olá, garotas conectadas! Tudo bem com vocês? 

Eu espero que esteja tudo excelente. E se não estiver, eu tenho uma dica de leitura que pode ajudar a melhorar o seu dia. Trata-se do famosíssimo livro Como eu era antes de você, da autora britânica Jojo Moyes. A história foi transportada para as telas dos cinema, e o filme estreia hoje nos cinemas brasileiros. E esse é mais um motivo especial para publicar essa resenha hoje. 





Confesso que não conhecia a autora e nunca havia lido suas produções. Mas, nos últimos tempos, tamanho é o sucesso de suas obras que acho muito difícil alguém nunca ter ouvido falar nela. Outros livros escritos por Jojo Moyes são A Garota Que Você Deixou Para TrásA Última Carta de AmorBaía da Esperança Um mais umNo Brasil, a editora que tem sido responsável pela publicação de suas produções é a Intrínseca.

Foi através da minha amiga Lorena Ribeiro, a Lore Arteira (de quem já falei aqui no blog), que me senti motivada a ler o livro Como eu era antes de você. E neste post eu compartilho com vocês um pouco da história criada por Moyes e as minhas impressões sobre a narrativa. 



♥ A história






Louisa Clark, carinhosamente chamada de Lou, é descrita como uma jovem calorosa, falante e cheia de vida. Não demonstra ter muitas perspectivas de vida, possui um jeito peculiar de se vestir, e vive um relacionamento de seis anos com Patrick, um maratonista obcecado pelo próprio corpo e que só pensa em suas corridas. Aos 26 anos, ela mora com seus pais Bernard e Josie, sua irmã Katrina, seu sobrinho pequeno Thomas e seu avô. Bernard se vê na iminência de perder o emprego. Josie se dedica apenas às funções do lar e à tarefa de cuidar do avô de Lou, cuja saúde exige cuidados. Katrina teve seu filho muito cedo e é mãe solteira. Constantemente, ela e Lou se desentendem, mas logo fazem as pazes e superam as diferenças que há entre elas. A situação financeira da família de Lou nunca foi das melhores e tudo piora quando ela perde o emprego de garçonete em um café, emprego que ela tinha há anos e que adorava. Diante da necessidade de continuar sendo responsável por ajudar seus pais, ela sai em busca de um novo emprego. Após várias tentativas, surge uma luz no fim do túnel: uma vaga para trabalhar como cuidadora de um tetraplégico na casa da família Traynor. Apesar de sua inexperiência na área, ela consegue o emprego e passar a tomar conta de Will, um homem rico e inteligente, que foi vítima de um acidente e se viu obrigado a viver preso a uma cadeira de rodas pelo resto de sua existência. Com sua vida transformada pelo acidente, Will, que fora um homem aventureiro e bem sucedido nos negócios, se torna amargurado. E é justamente com ele que a adorável Lou terá que lidar por um período exato de seis meses.  O que Lou e Will não faziam ideia é o quanto esse período de convivência mudará a vida de ambos completamente. 



♥ Minhas impressões

Bom... No que diz respeito à estrutura do livro, ele é composto por um prólogo, vinte e sete capítulos e um epílogo. Logo no prólogo, a história me fisgou e captou a minha atenção.





É no prólogo que tomamos conhecimento de como ocorreu o acidente que Will sofreu e que resultou em sua tetraplegia. 




Esse excerto do texto nos dá uma dimensão do que o acidente representou na vida de Will. Depois do ocorrido, só restaram para ele dores físicas e emocionais, e é com elas que ele convive todos os dias. Sua condição contribui para que seja mal humorado, para que se afaste de todos que tentam se aproximar dele. Inclusive se mostra frio e distante dos membros de sua própria família. 

Ao assumir o posto de cuidadora de Will, Lou se vê obrigada a lidar com tudo isso. Diferente do que acontece em sua realidade, ela se vê imersa em uma família que, apesar de toda riqueza, se mostra desunida e fragmentada. Logo fica claro os desafios que teria que enfrentar. A própria mãe de Will, Camilla Traynor, a alerta das dificuldades:




Ou seja, a tarefa de Louisa não seria nada fácil. 

De modo geral, é muito interessante observar o modo como a relação entre Lou e Will é construída. Vemos embates, momentos de trégua. Mas tudo se dá de modo sutil, natural, deixando a história cada vez mais envolvente. A história dessa relação é marcante para ambos, uma vez que eles têm suas vidas transformadas ao compartilharem cotidianamente suas tristezas e alegrias, como também é marcante para nós leitoras(es), que vemos diante de nossos olhos o desenrolar de uma narrativa carregada de dramas, mas que não deixa a leveza de lado.   

Para mim, um fragmento do texto que resume bem a história é o seguinte:





A maneira como a autora constrói a narrativa precisa ser evidenciada. Isso porque, ao longo da história, ela nos faz compreender alguns fatos importantes não apenas a partir da perspectiva de Louisa. Em alguns capítulos, a história passa a ser contada a partir do olhar, do prisma de outras personagens. Nesse sentido, vemos as perspectivas da mãe e do pai de Will, de Nathan (o enfermeiro que cuida dele) e de Katrina. Esses outros olhares nos aproximam ainda mais da narrativa, e se mostram surpreendentes e reveladores. 

É válido destacar também que, apesar de ser contada de modo leve e natural, a história aborda assuntos polêmicos e que nem sempre são discutidos pela sociedade. A autora traz à tona temáticas delicadas, tratando-os com muita sensibilidade. Como eu era antes de você é uma obra envolvente, que nos leva a perceber os desafios enfrentados por pessoas deficientes, nos leva a perceber como as pessoas próximas a elas também acabam sendo afetadas, e nos leva a questionar os rumos que estamos seguindo com nossas vidas. 

Ao terminar de ler o livro, fiquei com gosto de quero mais. Ainda bem que já tenho a sequência da história: o livro Depois de Você. Vou lê-lo e, em breve, publicarei também a resenha dele aqui no blog.  


Para essa obra, eu atribuo cinco coraçõezinhos. E você? Já leu o livro? Tem vontade de ler? Se já leu, me conta as suas impressões sobre ele nos cometários. Aproveita e me diz o que achou da resenha. 







Acompanhe o blog nas redes sociais:





Você também pode gostar

4 comentários

  1. Que resenha maravilhosa amei
    ♥Um super beijo♥

    ladorosadomundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Jéssica!
      Fico feliz que você tenha gostado. Beijos! :*

      Excluir
  2. Eu amei a resenha! Como sempre, você escreveu muito bem e passou de forma clara (e sem spoilers. hahaha' O que me fez meio que perder o encanto antes de começar a ler - uma menina postou uma imagem no Instagram e simplesmente pôs o final do livro na legenda).
    Parabéns por mais esse post, Aline :)
    E obrigada pelo mérito da inspiração para a leitura, hahahaha.

    Beijão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitíssimo obrigada, Lore! ^_^
      Não apenas pelos elogios que você fez à resenha, mas principalmente por toda força e incentivo que você me dá. :-)

      Excluir